Dia Mundial do AVC (29.10)

No Dia Mundial de Combate ao AVC (29), a Sociedade Paranaense de Cardiologia (SPC) relembra a importância de prevenir a doença que é a segunda causa de morte no mundo. O AVC, popularmente conhecido como o “derrame cerebral”, é denominado de AVC isquêmico quando falta sangue em uma determinada região do cérebro devido obstrução da circulação e hemorrágico quando há rompimento de um vaso sanguíneo.

Os principais fatores de risco para o AVC são a hipertensão, fibrilação atrial (arritmia cardíaca), diabetes, tabagismo, álcool e o sedentarismo.

Entre os sinais e sintomas podemos destacar um quadro súbito de paralisação da face, braço ou perna de um lado do corpo, dificuldade na fala ou compreensão, alteração na visão, perda do equilíbrio e coordenação, dor de cabeça súbita, intensa e sem causa aparente.

Portanto, a SPC alerta que o controle adequado dos fatores de risco cardiovasculares associado a um estilo de vida saudável é a principal estratégia para evitar um AVC. Além disso, reconhecer seus sinais e sintomas pode permitir um atendimento imediato, aumentando a sobrevida e reduzindo a chance de incapacidade permanente.