• 12 C
    Curitiba
Dia Mundial sem Tabaco tem ação de conscientização na Boca Maldita

SPC

Cardiologistas da Sociedade Paranaense de Cardiologia participam do evento promovido pela Secretaria Municipal da Saúde e Secretaria Estadual da Saúde

Na sexta-feira, 31 de maio, é o Dia Mundial sem Tabaco. Para orientar a população sobre os malefícios do cigarro e informar sobre os tratamentos disponíveis para largar o hábito de fumar, a Sociedade Paranaense de Cardiologia (SPC) participa de uma ação educativa promovida pela Secretaria Municipal da Saúde e  Secretaria Estadual da Saúde, que acontece das 9h às 14h, na Boca Maldita.

 

Serão realizados aferição de pressão arterial, teste de glicemia, avaliação corporal, espirometria e será explicado como o tabagismo afeta a saúde de crianças e adultos. Estarão presentes os médicos e profissionais de saúde da SPC, da Sociedade de Pneumologia, da Sociedade Paranaense de Pediatria, do Comitê Intersetorial de Promoção à Saúde de Curitiba e do Hospital Erasto Gaertner.


Devido a essas ações educativas e de conscientização sobre o tabagismo, tratamentos gratuitos para largar o cigarro e políticas públicas de combate ao vício, como proibição de fumo em diversos lugares e política de preços, já foi observado uma queda no número de fumantes no Brasil. Segundo dados do Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) do Ministério da Saúde, o percentual de fumantes caiu de 15,7% para 10,1% entre 2006 e 2017.


Contudo, segundo dados do Inca (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva), o tabagismo ainda é responsável por cerca de 13% do total de mortes que ocorrem no Brasil em decorrência de doenças respiratórias, acidentes vasculares cerebrais, câncer e doenças cardiovasculares. “O cigarro é um dos principais promotores da aterosclerose, ou seja, do entupimento progressivo dos vasos arteriais. Quem fuma chega a ter cinco vezes mais chances de sofrer infarto, angina, AVC – acidente vascular cerebral e a obstrução de artérias nas pernas, que levam a claudicação e amputações”, explica o diretor de Comunicação da Sociedade Paranaense de Cardiologia, Dr. Silvio Barberato.


O presidente da Sociedade Paranaense de Cardiologia, Dr. João Vítola, lembra que o tabagismo é um dos hábitos que mais fazem mal à saúde. “Se ainda juntarmos ao fumo, a má alimentação, o sedentarismo e a obesidade, teremos os piores fatores de riscos à nossa saúde”, salienta o cardiologista.


Quem não fuma, mas fica exposto à fumaça do cigarro, também sofre com os malefícios do tabagismo.  Segundo o Vigitel, 7,9% dos brasileiros adultos são fumantes passivos.  “Essas pessoas têm 20% a mais de chance de sofrer um infarto do que uma pessoa que nunca foi exposta ao cigarro”, diz Dr. João Vítola.


Outra parcela da população prejudicada são as crianças que vivem com pessoas que fumam. “Elas têm 50% a mais de chance de desenvolver doenças cardiovasculares, problemas respiratórios, alterações do sistema imunológico, déficit de atenção e perda de audição do que aquelas que não têm contato com tabagistas”, ressalta Dr. Silvio Barberato.

 

Serviço: Ação de conscientização do Dia Mundial sem Tabaco
Data: 31 de maio de 2019
Horário: 9h às 14h
Local: Boca Maldita – calçadão da Rua XV, próximo a Praça Osório
Participantes: Médicos e profissionais da saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Estadual de Saúde, Sociedade Paranaense de Cardiologia, Sociedade Paranaense de Pneumologia, Sociedade Paranaense de Pediatria, Comitê Intersetorial de Promoção à Saúde de Curitiba e Hospital Erasto Gaertner.

 

Assine nosso Newsletter

E receba mensalmente novidades e atualizações sobre a SPC.