• 12 C
    Curitiba
Sociedade Paranaense de Cardiologia promove ação do Dia Mundial do Coração

Expressa Comunicação

Nesta sexta-feira, 28 de setembro, cardiologistas estarão na Boca Maldita para orientar a população sobre a prevenção dos fatores de risco

No dia 29 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Coração. O objetivo da data é lembrar sobre a importância da prevenção das doenças cardíacas. No Brasil, elas ainda são a principal causa de mortalidade, conforme informações da Sociedade Brasileira de Cardiologia, sendo responsáveis por mais de mil mortes por dia - uma a cada 90 segundos.

Contudo, muitas dessas mortes poderiam ter sido evitadas com medidas preventivas e acompanhamento médico. Para orientar a população sobre essa assunto, acontece na sexta-feira, 28 de setembro, uma ação especial na Boca Maldita, das 9h às 14h, promovida pela Sociedade Paranaense de Cardiologia (SPC). Quem passar pelo local poderá fazer aferição da pressão arterial, teste de glicemia (para verificar diabetes) e orientações gerais sobre as doenças cardíacas e receber dicas e informações dos cardiologistas.

         Segundo o cardiologista João Vítola, presidente da SPC, a hipertensão arterial e os níveis inadequados de colesterol e diabetes são os principais fatores de risco para o desenvolvimento das doenças cardíacas. Eles causam a aterosclerose, placas de gordura que podem obstruir as artérias a qualquer momento ou diminuir o fluxo sanguíneo para o coração. “A aterosclerose é silenciosa e é uma das maiores causas de morte do mundo. Muitas vezes, o primeiro sintoma que aparece já é fatal, como AVC (Acidente Vascular Cerebral), chamado de “derrame”, ou infarto do coração conhecido como “ataque cardíaco”, alerta.

Fazer exercícios físicos, não fumar e ter uma alimentação balanceada ajudam a ter uma vida mais saudável e a evitar esses problemas cardíacos. “As pessoas, muitas vezes, buscam uma ‘pílula mágica’ que resolva todos os seus problemas de colesterol, pressão alta e diabetes; porém, se o paciente adota hábitos saudáveis, deixa de fumar, controla o peso e faz atividade física, ocorre uma significativa melhora da saúde, da autoestima e da qualidade de vida. Quem passa por essa experiência, não quer voltar ao que era antes”, afirma o cardiologista e diretor de Comunicação da Sociedade Paranaense de Cardiologia, Silvio Henrique Barberato.

         O check-up regular é outra medida importante para manter o coração saudável. Por meio dele, o cardiologista pode diagnosticar os fatores de risco ou problemas cardíacos, que não apresentam sintomas na sua maioria, possibilitando um tratamento mais precoce e evitando complicações mais sérias. “É recomendado fazer um check-up regularmente a partir dos 40 anos, mas essa idade é só uma marca, que pode ser alterada dependendo do caso. Pacientes com risco muito alto, como, por exemplo, uma família em que todos infartaram com 30 ou 40 anos, devem começar as avaliações cardiológicas muito mais cedo”, ressalta o cardiologista Rodrigo Cerci, diretor científico da Sociedade Paranaense de Cardiologia.


Dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia sobre mortalidade 
por doenças cardiovasculares

- Mais de 30% dos óbitos registrados no Brasil são devido a doenças cardiovasculares, sendo, assim, a principal causa de mortes no país;

- As doenças cardiovasculares são responsáveis por mais de mil mortes por dia, cerca de 43 por hora e um morte a cada 90 segundos;

- Estimativas indicam que cerca de 400 mil brasileiros morrerão por causa de doenças do coração até o final de 2018;

- As doenças cardiovasculares causam o dobro de mortes em relação a todos os tipos de câncer juntos, três vezes mais mortes que as doenças respiratórias e seis vezes mais mortes que todas as infecções, incluindo a AIDS.

SERVIÇO: Ação do Dia Mundial do Coração
Data: 28 de setembro
Horário: 9h às 14h
Local: Boca Maldita 
Entrevistados: diretores da Sociedade Paranaense de Cardiologia

Assine nosso Newsletter

E receba mensalmente novidades e atualizações sobre a SPC.